• (35) 3715-5431
  • Poços de Caldas / MG

Aumento das tarifas de energia no Brasil impulsiona energia sola

Aumento das tarifas de energia no Brasil impulsiona energia sola

     A energia solar no Brasil está em constante crescimento. Isso se deve não só pelo barateamento dos equipamentos, que chegaram a ficar até 80% mais baratos em comparação aos preços de dez anos atrás, como também aos constantes aumentos nas tarifas de energia.  Em janeiro deste ano, a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), aprovou o aumento de tarifas de energia elétrica de um grande número de distribuidoras de energia ao redor do Brasil com aumentos em torno de 5% a 25,8%.

     Mesmo sendo uma tecnologia com um custo elevado de implantação, o valor do investimento inicial retorna em poucos anos com a redução do valor da conta de energia. Com o aumento das tarifas e a queda nos preços dos equipamentos fotovoltaicos, a instalação de sistemas de micro e mini geração fotovoltaica tem chamado a atenção de diversos consumidores, seja do setor residencial, comercial, empresarial, rural, industrial ou até mesmo no poder público.

     O Brasil já atingiu a marca de 450 MW de potência instalada em sistemas de micro e mini geração distribuída fotovoltaica, este crescimento é equilibrado entre todos os segmentos, mas o setor rural é o que mais se destaca na busca por soluções através da fonte solar.

 

     Segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o meio rural atingiu 12,2 megawatts de utilização de energia solar fotovoltaica. Isso se dá pelo fato de ser fonte energética limpa e renovável, podendo ser utilizada nas mais diferentes atividades do meio rural, tais como no bombeamento da água, na irrigação, na secagem dos grãos, na produção avícola, piscicultura, bovinocultura de corte e leite, entre outras atividades.

     Dentre os estados que se destacam pelo maior número de unidades consumidoras com micro e mini geração distribuída estão Minas Gerais, com 8.516 instalações, seguido de São Paulo, com 8.343, Rio Grande do Sul, com 5.970 instalações, Santa Catarina, com 3.649, Paraná, com 3.087 usinas e Rio de Janeiro, com 2.953. Já os estados de Roraima, Acre, Amapá, Amazonas e Rondônia estão na lanterna da geração própria, com 9, 33, 34, 67, 88 instalações, respectivamente.

     Segundo estimativa da Bloomberg New Energy, em 2030, a energia solar deve representar 10% da energia elétrica brasileira, e, em 2040, essa estimativa aumenta para 32%. De acordo com o presidente Absolar, Rodrigo Sauaia, será a fonte energética que mais se destacará e receberá investimentos nos próximos anos. Como já mencionado, nos últimos dez anos a instalação de um sistema de geração de energia solar fotovoltaica ficou até 80% mais barata, nesse mesmo período, o custo da energia elétrica oferecida pelas concessionárias disparou e, ao colocar na ponta do lápis, o consumidor percebe facilmente que o investimento nos equipamentos é rapidamente recuperado em poucos anos.

     A Cenergel atua em projetos que contribuem para o desenvolvimento sustentável por meio da eficiência na produção e no uso da energia. Nós projetamos, homologamos e instalamos seu sistema fotovoltaico. Atendemos aos diferentes tipos de mercado, conheça o sistema fotovoltaico!