• (35) 3715-5431
  • Poços de Caldas / MG

Carros movidos a energia solar já são realidade

Carros movidos a energia solar já são realidade

Enquanto muitas pessoas se perguntam como serão os carros no futuro, outras, já estão trabalhando nessa nova geração de veículos que, por sua vez, terão modelos mais conscientes e que abandonarão o uso de combustível fóssil, evitando a emissão de toneladas de CO2 por ano.

A Hanergy, empresa líder mundial em finas películas fotovoltaicas, lançou, este ano, quatro protótipos de carros movidos a energia solar que devem ser produzidos nos próximos 3 anos. O presidente da empresa explicou que as células solares em películas finas apresentam vantagens como peso, flexibilidade e a facilidade de ser integrada em diversos produtos.

Seus protótipos utilizam a energia solar como fonte principal, o que os tornam independentes dos postos de carga, sem ter que se preocupar com distância por carga e tornando seu carregamento dispensável em trajetos de curta a média distância. Estes serão os primeiros veículos cobertos por células solares a serem comercializados.

Em seus modelos, o teto e o capô do carro são cobertos por células solares, estas, segundo a Hanergy, têm a melhor taxa de conversão de energia do mundo (31,6%) e, até 2025, esse número pode chegar a 42%, tornando veículos movidos a energia solar mais viáveis.

Os carros não emitem gases poluentes, bem como são capazes de carregar-se com energia solar durante o trajeto, oferecendo uma autonomia de até 80 km. Em dias com pouca luminosidade, suas baterias elétricas oferecem até 350 km.

De fácil utilização, os usuários podem, ainda, gerenciar diferentes modos de viagem, selecionar modos de carregamento de acordo com as condições do tempo por meio de aplicativos em seus celulares e, além disso, os veículos contam com uma tecnologia de limpeza ultrassônica para a manutenção das células solares.

 

Os quatro protótipos apresentam designs diferentes. O Solar L, por exemplo, tem formato de uma minivan, suas portas apresentam uma aparência de asa de gaivota e, ainda, possui um teto longo de seis metros de comprimento. Com apenas 700 kg, devido à sua estrutura em fibras de carbono, seu painel é uma enorme tela digital. 

 

Já o Solar O, compacto da marca, com aparência que lembra o BMW i3, apresenta painéis solares de 4,2 metros, possui um para-brisa bem estreito e, por meio de suas células solares, gera energia, dando uma autonomia de 50 a 60 km.

 

O modelo Solar A, oficialmente inspirado em um barco movido a energia solar, ao recarregar, expande suas placas solares e suas janelas também podem ser usadas como painéis extras, recarregando mais rapidamente, dando uma autonomia de 80 km ao modelo. 

 

Por último, mas não menos importante, o Solar R, o cupê esportivo da marca conta com dois motores elétricos, cada um abastecido isoladamente. Os painéis do capô movimentam o motor dianteiro enquanto os do teto, o motor traseiro.

A expectativa quanto a carros movidos a energia solar fotovoltaica, se deve por ser uma solução quase perfeita para o uso nas cidades. Além disso, diminui a poluição ao não utilizar combustíveis fósseis, evitando a emissão de toneladas de CO2 ao ano, tornando-se revolucionário para o segmento automobilístico.