• (35) 3715-5431
  • Poços de Caldas / MG

Empresa mineira produz filme flexível que converte Energia Solar

Empresa mineira produz filme flexível que converte Energia Solar

A globalização dos negócios e os grandes avanços tecnológicos geram uma constante evolução do mercado, tornando-se cada vez mais exigente, motivando as empresas a apostar em novas tecnologias e inovações, aumentando a competitividade de mercado. Este cenário leva às empresas a buscar novas tecnologias e geração de novas soluções e desenvolver novas ideias capazes de modificar radicalmente a tecnologia já disponível.

A Sunew, empresa com sede em Belo Horizonte, quer transformar o mercado de energia solar com sua inovação. Diferente das placas fotovoltaicas que são grandes, pesadas e rígidas, a empresa desenvolveu uma tecnologia que combina polímeros orgânicos e plásticos em um filme versátil, adaptável a diferentes usos, capaz de envelopar estruturas e objetos, possibilitando a geração de energia em qualquer superfície que receba a luz do sol. 

 

Com um investimento de cerca de 100 milhões, a SUNEW é resultado da sociedade entre CSEM Brasil, FIR Capital, BNDES, Tradener e CMU, que se uniram com o objetivo de conceber a maior infraestrutura do mundo para a produção de OPV (Organic Photovoltaic), também conhecido como Filme Fotovoltaico Orgânico. Buscando revolucionar a indústria solar no Brasil e no mundo, a empresa 100% brasileira iniciou suas atividades em novembro de 2015 e possui parcerias de entidades como FIEMG, FAPEMIG e Governo de Minas Gerais.

A Sunew é fruto do centro de pesquisas CSEM Brasil, que tem como propósito prestar serviços para indústrias e a geração de novos produtos, criar empresas e serviços inovadores executando atividades de pesquisa básica e aplicada, de caráter científico ou tecnológico, transformando conhecimento científico em produtos, serviços e processos de alta tecnologia.

 

A Sunew já nasce como uma das líderes mundiais no segmento, com capacidade de produção 400 mil m² anuais de polímeros orgânicos para geração de energia elétrica de uma forma inovadora, por meio de um sistema 40x mais leve, 50% mais transparentes, e 100% flexível em relação às placas rígidas usadas nos sistemas convencionais de geração fotovoltaica. Enquanto o metro quadrado do painel tradicional pode chegar a pesar até 25 kg, exigindo uma estrutura para suportá-lo, o OPV tem meio quilo e não precisa de sustentação pois pode ser aplicado em diferentes superfícies.

Com uma estrutura tecnológica única, a Sunew domina um método de impressão de painéis fotovoltaicos utilizando polímeros orgânicos, cuja capacidade produtiva é comparável apenas com a Europa e Japão, se apresentando como uma solução para atender mercados onde as tecnologias tradicionais não são aplicadas, seja no mobiliário urbano, pontos de ônibus, estruturas leves, tetos de automóveis, entre outras inúmeras possibilidades de aplicações. 

 

Sua versatilidade dá a possibilidade de que a energia solar possa realmente fazer parte do cotidiano, estando em todos os lugares, não só no telhado das casas, sendo facilmente incorporada à vida urbana.

Em dezembro de 2016, a SUNEW anunciou a maior aplicação comercial desta tecnologia em uma fachada no mundo. O edifício localizado em São Paulo, terá 2 mil metros quadrados de sua fachada cobertos com OPV, podendo gerar energia suficiente para manter 2,5 mil computadores, além de evitar a emissão de 578 toneladas de CO2 por ano. 

 

Álém de sua flexibilidade, o OPV é capaz de reter 95% da radiação UV, mas permitindo a entrada de luz, contribuindo para o conforto térmico no ambiente e uma melhor gestão da eficiência energética do edifício. Esses elementos combinados permitem garantir até 44 pontos na certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), que classifica construções sustentáveis de acordo com os critérios de racionalização de recursos (energia, água, etc.) atendidos por um edifício.

A Sunew é uma empresa que vê na inovação a oportunidade de influenciar o mercado em que está inserida, distinguindo-se do modelo dominante de negócio, sendo a única empresa da América Latina a usar a tecnologia OPV,  tornando-se uma empresa fundamental para o crescimento competitivo do mercado de geração distribuída de energia, bem como para o crescimento sustentável no país. 


Projetos relacionados que talvez você se interesse