• (35) 3715-5431
  • Poços de Caldas / MG

Como reduzir a conta de energia do meu restaurante?

Como reduzir a conta de energia do meu restaurante?

                Reduzir os gastos com a conta de energia é o que todo empresário quer, e com os proprietários de bares, restaurantes e lanchonetes não é diferente. Atualmente, neste ramo de atividade, não basta ficar de olho no desperdício na compra, preparo e armazenamento dos alimentos, como também, realizar uma gestão eficiente em todas as áreas de seus empreendimentos, inclusive na conta de energia elétrica, pois elas, que estão cada vez mais caras, devem ser reduzidas, sem causar prejuízo do conforto e da qualidade, possibilitando aumentar a competitividade do negócio.  

                Por isso, se você quer reduzir o custo da conta de energia do seu restaurante, a primeira coisa a se fazer é observar os equipamentos utilizados e entender como sua fatura é cobrada. Entendendo como funciona seu consumo, você pode adotar a melhor solução para seu negócio. Acompanhe no post a seguir como você pode diminuir a conta de energia em restaurantes.

Conscientize seus funcionários:

                É possível economizar mudando pequenos hábitos como, por exemplo, apagando as luzes e desligando aparelhos quando não estiverem sendo usados. Por isso, é importante orientar funcionários constantemente para que os colaboradores compreendam a importância da racionalização destes recursos, desenvolvendo campanhas internas de conscientização, com placas informativas espalhadas pela empresa, frisando sempre a importância da redução do consumo de energia.

Use equipamentos mais eficientes:

                Observe os equipamentos que fazem barulhos e/ou os que são mais antigos, pois em razão disso, podem estar gastando mais energia que o necessário para seu funcionamento. O ideal é considerar a troca destes aparelhos defasados por produtos mais econômicos e eficientes. Uma dica, no caso de equipamentos de refrigeração e eletrodomésticos, é observar o selo Procel, que permite ao consumidor conhecer, entre os equipamentos à disposição no mercado, os mais eficientes e que consomem menos energia.

Cuidados com equipamentos de refrigeração:

                Em bares e restaurantes é importante também verificar os equipamentos de refrigeração. Procure fazer a manutenção regular de seu equipamento de ar condicionado e avalie os horários em que seu uso seja realmente necessário, programando-o para ligar e desligar nas horas certas pois é um equipamento que consome muito.

                Freezers e geladeiras por outro lado, são aparelhos que precisam ficar ligados ininterruptamente e são grandes consumidores de energia, por isso, veja se as temperaturas estão adequadas e confira se os termostatos estão variando muito, pois, o ideal é que as elas mudem o mínimo possível.

Cuidados com a iluminação:

                Explore a luz natural do seu restaurante, uma dica é pintar as paredes com cores claras e instalar claraboias e janelas amplas para permitir a entrada de luz, e assim, ajudar na economiza de energia.

                Dê preferência por lâmpadas de LED, elas são muito mais eficientes e econômicas em relação as outras lâmpadas no mercado, sendo até 90% mais econômicas do que uma lâmpada incandescente e 60% mais econômicas do que a fluorescente. Por serem mais eficientes e possuírem uma longa vida útil, elas são também um pouco mais caras, com valores entre R$ 15 e R$ 100.

                Outra solução é investir em sensores de presença, é comum que as pessoas, no entra e sai característico da rotina de um restaurante, esqueçam de apagarem as luzes ao saírem. Assim, instalar sensores de presença em locais como banheiros e corredores ajuda a diminuir uso desnecessário de eletricidade.

Gere sua própria energia:

                A economia proporcionada pela geração própria de energia elétrica pode chegar em até 95% do valor da sua fatura de energia, você continua pagando somente um valor mínimo por mês na fatura, referente as taxas disponibilidade da distribuidora e de iluminação pública.

                A economia é percebida já no primeiro mês de instalação, e, caso não consuma toda a energia gerada, o sistema passa a injetar o excedente na rede elétrica, gerando créditos que podem ser utilizados em até 5 anos.

                O sistema fotovoltaico tem vida útil de 25 anos, não requer grandes intervenções em seu imóvel, sendo facilmente instalado em seu telhado ou em qualquer estrutura de fixação, e ainda tem baixa manutenção.

                A Cenergel atua em projetos que colaboram para o desenvolvimento sustentável por meio da eficiência na produção e no uso da energia. Nós projetamos, homologamos e instalamos seu sistema fotovoltaico. Atendemos aos diferentes tipos de mercado, conheça o sistema fotovoltaico! 


Projetos relacionados que talvez você se interesse